Getúlio Vargas atendeu 94 baleados em um mês

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de maio de 2007 as 10:36, por: cdb

O Hospital Estadual Getúlio Vargas (HGV), na Penha, informou ter recebido 94 pessoas baleadas entre1º e 29 de maio, por conta da ocupação da Polícia Militar na Vila Cruzeiro, no Complexo do Alemão. Dos 94 feridos, 17 morreram, sendo que 13 chegaram mortos ao hospital. Dos 17 que morreram, 11 eram da Vila Cruzeiro. Do total de 77 vítimas atendidas pela unidade, 54 também pertenciam à favela ocupada.

Nesta quarta-feira, 29º dia de ocupação no Complexo do Alemão, o clima é relativamente tranqüilo, embora alguns tiros no alto do morro tenham sido ouvidos. Por causa dos confrontos, e do feriado de 1º de maio, seis escolas e três creches da região não funcionam há 33 dias e cerca de 4.500 estudantes foram prejudicados.

Moradores das ruas de acesso Aymoré e Jurumirim reclamam que estão sem telefone desde o dia 5. Também há acúmulo de lixo nas ruas.