Genoino diz que ninguém mais agüenta Heloisa e a chama de ‘senatriz’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de dezembro de 2003 as 20:29, por: cdb

O presidente do PT, José Genoino, desferiu nesta quinta-feira toda a sua irritação contra a senadora Heloisa Helena (PT-AL), sujeita a expulsão do partido, afirmando que ela está se fazendo de vítima.

Numa situação desconfortável com a expulsão dos parlamentares rebeldes e ao mesmo tempo tendo que enfrentar o escândalo envolvendo o governador de Roraima, Flamarion Portela, o presidente do PT desabafou e disse que ninguém mais no PT agüenta a senadora, apenas o senador Eduardo Suplicy (PT-SP).

Segundo Genoino, Heloisa só sabe o que é bom para ela e deveria ter respeito ao partido que a elegeu e chegou a chamar a senadora de “senatriz”.

– Ela só sabe o que é bom para ela. Nós temos história e vou revelar uma coisa: tirando o Suplicy, ninguém agüenta mais a Heloisa. A senatriz é muito boa no papel de vítima, mas se o PT é bom para eleger, por que não merece um pouco de respeito? – indagou.

Genoino disse que Heloisa deveria sair por conta própria do PT para evitar ainda mais desgaste e afirmou que o manifesto de intelectuais encabeçado pelo lingüista americano Noam Chomsky não interfere na decisão do partido. Segundo ele, o partido tem regras e os rebeldes as conheciam antes de entrar no PT.

– Vemos esse manifesto com naturalidade. Não nos cria constrangimento nenhum – disse Genoino.