Genoíno critíca declarações do presidente do STF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 31 de agosto de 2003 as 19:14, por: cdb

O presidente nacional do PT, José Genoíno, disse na tarde deste domingo que ficou “perplexo” com as declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Maurício Corrêa, em entrevista à Revista Veja, sobre o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na entrevista, Corrêa disse que o presidente Lula deve uma explicação “mais honesta a respeito da agenda adotada” até agora pelo seu governo. Numa crítica às decisões centralizadas no governo federal, o presidente do Supremo disse que os ministros da Casa Civil, José Dirceu, e da Fazenda, Antonio Palocci, atuam como “dois czares”, controlando a administração.

Genoíno disse que esse tipo de declaração prejudica a harmonia entre os Poderes Executivo e Legislativo.

– Isso não é bom para a democracia. Um presidente do Supremo não pode politizar suas declarações porque o Supremo é o árbrito da das questões constitucionais do país – disse o presidente do PT.

Para ele, o presidente Lula não deve responder diretamente às declarações para não colocar em risco o bom relacionamento entre os Poderes.