Garotinho determina prisão de PMs suspeitos de seqüestro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de maio de 2003 as 19:51, por: cdb

O secretário de Segurança Pública do Rio, Anthony Garotinho, disse na noite desta quarta-feira em entrevista ao programa Brasil Urgente, da Rede Bandeirantes, que determinou a prisão de nove policiais suspeitos de terem prendido e desaparecido com dois moradores do morro do Turano (zona norte).

O desaparecimento das duas pessoas, sendo que uma delas é menor de idade, teria ocorrido no último dia 2. Garotinho disse que foi averiguado por meio de GPS – um sistema de localização por satélite – que os carros com os PMs realmente estiveram no morro na hora e data em que os moradores denunciaram a ação dos policiais.

De acordo com o secretário, os oito PMs estão presos no 6º BPM (Batalhão da Polícia Militar) na Tijuca. Um outro PM está foragido.

Tiro na universidade

Foi o desaparecimento das duas pessoas no morro do Turano que desencadeou a manifestação de moradores nas proximidades do campus da Universidade Estácio de Sá no Rio Comprido (zona norte) na última segunda-feira (5).

Durante a manifestação, supostos traficantes começaram um tiroteio onde uma das balas atingiu a estudante Luciana Gonçalves de Novaes, 19. A bala se alojou entre a segunda e a terceira vértebras cervicais da universitária, que deve ser operada na próxima quinta-feira. Ela corre risco de morte.