Garota mata a mãe por causa de namorado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de setembro de 2004 as 10:35, por: cdb

Uma garota de apenas 16 anos, com ajuda do namorado de 25 anos, além de outro casal – uma menina de 15 anos e o namorado de 26 -, estrangulou a própria mãe, a aposentada de 52 anos, com um fio elétrico, para roubar uma televisão de 5 polegadas, uma bolsa com algum dinheiro e peças de roupa. O crime aconteceu sábado em Ibirité, Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

De acordo com o sargento Agnaldo Ferreira, da 16ª Companhia Independente de Ibirité, antes de enforcar a mulher, a filha e os outros três assassinos, amarraram suas mãos e pés com um lençol.

Depois de morta, a vítima foi enrolada com um tapete para simular um assalto. Os assassinos deixaram a casa levando os objetos roubados. Ontem pela manhã, a garota voltou para casa por volta das 11h, e, simulando desespero, acionou a Polícia Militar sob alegação de que assaltantes invadiram a casa, mataram sua mãe e levaram seus pertences.

O policial disse que, ao chegar na casa, o corpo da vítima, identificada como a aposentada Maria Cinésia Severino da Silva, de 52 anos, estava caído na sala. Segundo o sargento, à medida que foi conversando com a garota, ela foi entrando em contradição e apresentando versões diferentes sobre o incidente.

Numa delas, tentou imputar o crime a um ex-namorado, que foi localizado pelos policiais militares e provou que não tinha nenhum envolvimento com o latrocínio (roubo seguido de morte).

– Em determinado momento, ela confessou que matou a mãe, com a ajuda do namorado e de outro casal. A alegação é que a mãe era contra o namoro e não a deixava sair – contou o militar.