Funcionários intoxicados em vazamento de gás de usina da CSN recebem alta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2012 as 16:38, por: cdb

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Os 11 funcionários que foram intoxicados após um vazamento de gás, na tarde de ontem (7) na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda, no sul fluminense, receberam alta na manhã de hoje (8). De acordo com a assessoria do Hospital Vita, eles foram submetidos a exames clínicos e liberados em seguida.

Um outro trabalhador, que também sofreu intoxicação, recebeu atendimento médico e foi liberado no mesmo dia do acidente. Segundo o hospital, todas as vítimas de intoxicação passam bem.

Em nota, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), proprietária da usina, informou que as causas do vazamento estão sendo investigadas pela Gerência de Segurança no Trabalho da empresa. De acordo com a companhia, no momento do acidente, todos os funcionários que tiveram contato com o gás foram imediatamente socorridos pela corporação e encaminhados ao hospital.

A empresa ressaltou ainda que, entre as vítimas, estão três bombeiros que atuavam na brigada de incêndio da companhia, empregados das áreas de manutenção e de utilidades da empresa. A informação é que o vazamento ocorreu durante a manutenção da tubulação de gás que alimenta os altos-fornos da usina.

Essa não é a primeira vez que os altos-fornos da companhia apresentam problemas. Em maio de 2007, pelo menos cinco pessoas da Empreiteira Mills, prestadora de serviços da CSN, foram intoxicadas após o vazamento de gás no Alto-Forno 3.

Edição: Lana Cristina