Funcionários da empresa de saneamento de SC ameaçam greve

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de maio de 2003 as 15:43, por: cdb

Os trabalhadores em água e esgoto de Santa Catarina declararam estado de greve até o próximo 9 de junho. A partir desta data, a categoria poderá paralisar totalmente as atividades se não tiver atendidas suas reivindicações.

Os trabalhadores da Casan (Companhia de Água e Saneamento de Santa Catarina) reivindicam reposição salarial de 19%, garantia de emprego e a manutenção da empresa nas mãos do setor público.

O governador Luís Henrique da Silveira (PMDB) vem promovendo a municipalização dos serviços de água e esgoto, abrindo assim, precedente para a privatização dos recursos hídricos do estado.

Santa Catarina, assim como outros municípios do Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai, mantém em seu solo o Aquífero Guarani, a maior reserva de água subterrânea potável do mundo. Estudos indicam que o aqüífero tem capacidade para abastecer o mundo durante 300 anos.