Funcionário da Alerj morre ao ser confundido com policial

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de janeiro de 2008 as 10:15, por: cdb

Um funcionário da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), identificado como Luiz Henrique Franchinetti, de 52 anos, foi morto a tiros no final da noite desta segunda-feira, em Bonsucesso, Zona Norte do Rio, vítima de um provável assalto. Segundo informações policiais, ele passava pela Avenida Itaoca, por volta das 22h, quando um grupo de bandidos, fortemente armado, em um Honda Fit LCD-0380, roubado domingo na área da 44ª DP (Inhaúma), abordou a vítima.

Os policiais ainda não sabem, ao certo, o que aconteceu. O corpo de Franchinetti foi encontrado com várias perfurações de tiros. O carro em que o funcionário estava, um Ford Fiesta, foi levado pelos criminosos. A polícia trabalha com a possibilidade de uma execução, pois o funcionário público pode ter sido confundido com policial.

– Os bandidos podem ter confundido o funcionário da Alerj com um policial, pois o documento dele possui o brasão e as armas do Estado – disse um agente policial. O caso será investigado pela 21ª DP (Bonsucesso).

Todos os pertences da vítima foram levados pelos bandidos.