Funarj divulga agenda dos teatros estaduais para 2008

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de dezembro de 2007 as 09:00, por: cdb

Após a reunião da Comissão de Programação dos Teatros Estaduais, a Funarj anuncia os novos espetáculos para o primeiro trimestre da temporada 2008 dos teatros da rede estadual.
A quantidade e a qualidade dos projetos recebidos justificaram a realização de dois encontros dos membros votantes – dias 21/11 e 04/12. Ao todo, foram recebidas 109 propostas de ocupação.

Em janeiro, os teatros João Caetano e Villa Lobos foram escolhidos para importantes estréias no Rio. No teatro da praça Tiradentes, O Baile,direção de José Possi Neto,apresentando Carlinhos de Jesus, Tássia Camargo e grande elenco.No teatro Villa Lobos,a comédia de Ruy Guerra, Dom Quixote de lugar nenhum,direção de Ernesto Piccolo,com Edson Celulari,Andrea Dantas,entre outros.

O teatro Laura Alvim abre o ano com espetáculo de GilbertoGrawronski,Por uma vida um pouco menos ordinária,com Eduardo Moscovis,no papel principal,Liliana Castro e Joelson Medeiros.No Espaço Rogério Cardoso,música e teatro comandam a programação de início de ano.A cantora Olívia Byington,faz temporada até o dia 27/01,comemorando seus 30 anos de carreira.

Para o público infantil,o Espaço estréia com Pollyana, direção de Rick Sadolo.
No teatro Gláucio Gill, A vida é uma ópera,com Maria Pompeu e Teresa Amayo, dirigidas por Dudu Sandroni,segue em temporada,também até o dia 27/01.Nos horários alternativos (terças e quartas),Divinas Divas-show musical-,com direção de Berta Loran,traz no elenco Amora Xavier,Maíra Lima,entre outros.

Para os teatros da Zona Oeste – Arthur Azevedo e Mário Lago – foram recomendados projetos alternativos,como Terça converso no Café,de poesias,e espetáculos teatrais que se candidataram à pauta em espaços do centro e da zona sul,os quais não puderam ser contemplados,por falta de datas.A mesma recomendação incluiu o Teatro Armando Gonzaga,em Marechal Hermes.

A sugestão tem o apoio da Secretaria de Estado de Cultura, interessada, também,em entendimentos com grupos artísticos locais,fornecendo orientação sobre a possibilidade de patrocínios, através da Lei do ICMS, contribuindo para enriquecer e democratizar a programação nessas regiões.

A Comissão volta a se reunir no início do ano, dando seqüência ao calendário 2008, definindo os projetos que estarão em cartaz no segundo trimestre.