Franco-atirador pode ter feito outra vítima nos Estados Unidos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 20 de outubro de 2002 as 15:22, por: cdb

A polícia do Estado americano de Virgínia considera o ataque contra um homem de 37 anos, no estacionamento de um restaurante, como a última investida do atirador de Washington. O homem foi ferido por um tiro quando deixava o estabelecimento com sua mulher, na cidade de Ashland, a 110 km ao sul de Washington, na noite de sábado.

Agentes do serviço secreto e uma força-tarefa se deslocaram rapidamente até o local. As estradas próximas foram fechadas e a polícia inspecionou veículos até a área de Washington.

Se confirmada a autoria do ataque, este será o 12º atribuído ao atirador, que já matou nove pessoas e feriu outras duas, desde dois de outubro.

Cirurgia

A polícia disse que um único tiro foi disparado, aparentemente de uma floresta próxima, a cerca de 30 metros.

A mulher da vítima ouviu um barulho, mas não achou que fosse um tiro. Seu marido caminhou um pouco mais e depois caiu no chão do estacionamento.

A vítima passou por uma cirurgia e seu estado é descrito como delicado, mas estável.

Jornais locais dizem que os policiais estão de novo procurando por uma van branca. A mesma busca foi deflagrada nos locais de outros ataques.