França reage às declarações de Powell

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de abril de 2003 as 11:24, por: cdb

O ministro das Relações Exteriores da França, Dominique de Villepin, defendeu nesta quarta-feira a oposição de seu país à guerra no Iraque, apesar de o secretário de Estado norte-americano Colin Powell ter declarado, no dia anterior, que Paris enfrentaria as conseqüências de tal opção.

Falando durante uma visita à Turquia, De Villepin disse que a França permaneceria fiel a suas crenças, mesmo correndo o risco de contrariar Washington.

“Durante toda a crise do Iraque, a França, como a grande maioria da comunidade internacional, agiu em conformidade com suas convicções e seus princípios para defender o direito internacional”, afirmou, de acordo com uma declaração do Ministério das Relações Exteriores francês.

“Continuaremos a agir assim em todas as circunstâncias”, assegurou De Villepin.

Antes do início da campanha militar, a França ameaçou usar seu poder de veto no Conselho de Segurança das Nações Unidos para impedir a aprovação de uma nova resolução autorizando o uso da força para desarmar o Iraque.