Fortaleza sai na frente na final da série B

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 30 de novembro de 2002 as 23:59, por: cdb

O Fortaleza venceu o Criciúma por 2 a 0 no primeiro jogo da decisão da série B do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada no estádio Castelão, em Fortaleza, capital cearense. Os dois times já estão classificados para a primeira divisão do nacional em 2003.

Com a vitória deste sábado, o tricolor cearense joga até por uma derrota por um gol no jogo da volta, no próximo sábado, em Criciúma. Já o time catarinense, que fez melhor campanha na fase de classificação, precisa vencer por dois gols de diferença para ficar com o título.

A partida começou morna. Com boa marcação, o Criciúma segurou o Fortaleza no início de jogo. Apenas após os 10 minutos as duas equipes buscaram suas primeiras jogadas, com Juca, pelo time catarinense, e Juninho, pela equipe cearense. O gol não saiu e o jogo voltou a ficar mais lento.

Na primeira vez que a zaga do Criciúma deu espaço para ataque do Fortaleza saiu o primeiro gol do jogo. Aos 20min, Sérgio invadiu a área, puxou a bola para a direita e cruzou rasteiro. A bola chegou até Vinícius, que dominou e bateu para o gol. Foi o 21º gol do atacante, artilheiro máximo da série B.

O Criciúma quase chegou à igualdade aos 22min, num chute de Dejair da entrada da área. O goleiro Jéferson fez boa defesa. Com o gol do tricolor cearense, a partida ficou mais aberta, com os dois times conseguindo criar mais oportunidades para marcar.

Apesar da boa marcação do time catarinense, o Fortaleza ainda esteve mais perto de ampliar a vantagem. Aos 38min, Juninho recebeu dentro da área, passou pelo goleiro Fabiano e, sem ângulo, bateu para fora. Três minutos depois, Sérgio tentou de bicicleta, mas o goleiro Fabiano defendeu.

O Criciúma também não desistiu de buscar o empate no final do primeiro tempo. Tocando a bola no ataque, a bola sobrou para Sandro. O meia deixou um marcador para trás e bateu forte para o gol. O goleiro Jéferson fez boa defesa. No rebote, a zaga do Fortaleza afastou.

O jogo voltou quente após o intervalo. Logo aos 3min, o goleiro Fabiano, do Criciúma, cortou cruzamento evitando gol do Fortaleza. Um minuto depois, o meia Juca aproveitou cruzamento da esquerda e acertou uma cabeçada perigosa, quase empatando o jogo. Aos 6min, Vinícius desperdiçou outra ótima chance para o Fortaleza.

Os dois times não conseguiram manter o mesmo ritmo por muito tempo. O time catarinense tentou sair mais para o jogo, mas acabou levando o segundo gol num contra-ataque. Aos 15min, Clodoaldo lançou Chiquinho, que driblou um zagueiro e tocou para Finazzi. O atacante, que havia acabado de entrar, driblou Fabiano e marcou.

O segundo gol do tricolor cearense abalou o Criciúma. A equipe catarinense tentou manter-se mais no ataque, mas errou muitos passes. Além de não conseguir criar boas jogadas, o Criciúma ainda passou a dar mais espaços para o Fortaleza, que fechou-se em sua defesa e passou a atuar nos contra-ataques.

Sem conseguir furar o sistema defensivo do Fortaleza, o Criciúma voltou a ameaçar o gol de Jéferson aos 29min, num chute de Anderson Lobão, que entrou no segundo tempo. Dois minutos depois, o mesmo Andeson fez grande jogada, driblou um zagueiro dentro da área e bateu colocado, acertando a trave do Fortaleza.

O bom momento animou o time catarinense, que passou a apertar o Fortaleza em sua defesa. Aos 32min, o Tigre entrou na área tocando a bola e Delmer deixou Paulo Baier na cara do gol. O lateral tentou desviar a bola de Jéferson, mas o goleiro do Fortaleza fez grande defesa e salvou sua equipe.

O jogo voltou a ficar equilibrado e os dois times ainda perderam uma boa chance cada um. O Fortaleza chegou aos 38min, com Vinícius, que chutou para fora. E aos 42min, Anderson Lobão recebeu de Paulo Baier e, na saída do goleiro Jéferson, bateu para fora, perdendo a última chance do Criciúma de diminuir a vantagem cearense.

FORTALEZA 2 x 0 CRICIÚMA

Local: estádio Castelão, em Fortaleza
Árbitro: Wagner Tardeli Azevedo (RJ)
Auxiliares: Marco Venício Barros Sá Freire (RJ) e Marc