Força Sindical pode aprovar 1ª grande greve do governo Lula

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de março de 2003 as 13:27, por: cdb

Metalúrgicos ligados à Força Sindical podem aprovar neste domingo, dia 23, uma greve para o início da próxima semana. É a primeira ameaça de uma grande greve desde o início do governo petista de Luiz Inácio Lula da Silva.

No total, são 750 mil metalúrgicos em todo o Estado de São Paulo.

Os metalúrgicos votarão a possibilidade de greve a partir das 11h30 no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, durante o encerramento do 10º congresso da categoria.

A greve está quase certa, garantem pessoas ligadas à Força Sindical. Ela deve acontecer por setores da metalurgia.

A Força Sindical acusa os empresários de não negociarem as perdas da inflação. Segundo os metalúrgicos, a inflação atual corroeu o reajuste de 10,26% dado à classe em novembro do ano passado.

É a primeira crise do governo de Lula, que também já foi metalúrgico e liderou várias greves, principalmente na região do ABC paulista.

Na segunda-feira, Lula participa das comemorações pelos 50 anos de instalação da primeira fábrica da Volkswagen no Brasil, na região do ABC. Logo ao chegar à fábrica, o presidente irá visitar a linha de produção do automóvel Pólo, acompanhado do governador Geraldo Alckmin.