‘Força de pacificação’ fuzila cinco passageiros de um carro na Maré

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 as 15:10, por: cdb
Em comunicado a Força de Pacificação disse que havia uma troca de tiros com traficantes no momento em que os jovens passaram “em alta velocidade”
Em comunicado a Força de Pacificação disse que havia uma troca de tiros com traficantes no momento em que os jovens passaram “em alta velocidade”

Policias da Força de Pacificação teriam fuzilado um carro com cinco jovens em uma favela do Rio de Janeiro. Um homem de 29 anos continua em estado grave e corre risco de morte. Os policiais teriam atirado porque o motorista desobedeceu a ordem de parada.

Vitor Santiago Borges, de 29 anos, e outros quatro amigos foram comemorar a vitória do Flamengo num bar em Bonsucesso. Na madrugada desta quinta-feira, o grupo retornou de carro para o Complexo da Maré, porém, foram surpreendidos por militares da Força de Pacificação, que abriram fogo contra o automóvel.

Vitor foi atingido no braço e na barriga, e foi levado para o Hospital estadual Getúlio Vargas. Um segundo passageiro foi atingido de raspão no braço. De acordo com informações do jornal o Extra. O veículo levava ainda um sargento da Aeronáutica que serve no Amazonas e passava férias na Maré.

– Os policiais chegaram a dizer que os rapazes atiraram primeiro. Depois, quando viram que tinha um militar no meio, mudaram a versão. Vamos atrás de Justiça – disse o irmão de Vitor.

Em comunicado a Força de Pacificação disse que havia uma troca de tiros com traficantes no momento em que os jovens passaram “em alta velocidade”, e os militares atiraram porque o carro desobedeceu à orientação de parar. “Visando a cessar a atitude suspeita que ameaçava a integridade física de dois militares da tropa que estavam na trajetória do veículo, foram realizados quatro disparos de armamento letal”, alegou o texto.