Fome Zero já possui contas bancárias para doação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de março de 2003 as 09:50, por: cdb

Nesta quarta-feira foi um dia alimentado pela discórdia. Pela manhã, o ministro Extraordinário da Segurança Alimentar, José Graziano, não quis divulgar as contas bancárias do Fome Zero para não azedar o programa que ainda nem saiu do papel.

Mas, algumas horas depois, tanto a Caixa Econômica Federal (CEF) quanto o Banco do Brasil (BB) anunciavam os números para depósitos, engrossando o caldo de problemas que virou o principal programa do Governo Lula. No BB, a agência é 1607-1, e a conta, 100.2003-9. Na CEF, agência 0647, conta, 2003-3.

A receita de tanto desentendimento é antiga. O Fome Zero virou alvo de críticas pela falta de definição. Terça-feira, o assessor especial do presidente Lula, Frei Betto, colocou mais lenha na fogueira ao afirmar que o excesso de burocracia impedia a abertura de contas – e que o Fome Zero só começaria mês que vem. Mas, após a reunião de qaurta-feira, foi acertada nova data para o início dos trabalhos: semana que vem.

Graziano preferiu nesta quarta-feira não divulgar as contas porque atendentes do call center estavam sendo treinadas. E passou o chapéu para Lula. “Agora, dependemos da autorização do presidente para que a Federação Brasileira de Bancos proceda débito automático sem pagamento de CPMF e taxas bancárias”, disse.