Fome Zero atende à comunidades de quilombos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 14 de maio de 2003 as 04:42, por: cdb

O ministro de Segurança Alimentar e Combate à Fome, José Graziano da Silva, a secretária especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro e o presidente da Fundação Palmares, Ubiratan Castro, assinaram nesta terça-feira (13) o Protocolo de Intenções estendendo o Programa Fome Zero a comunidades quilombolas.

Serão atendidas 14.962 famílias, das quais 1.942 viviam em áreas atingidas por barragens. Inicialmente, 142 comunidades quilombolas registradas em todo o país serão atendidas. A iniciativa é parte das ações comemorativas ao Dia da Libertação dos Escravos.

Durante o evento, o ministro Graziano lembrou as comunidades remanescentes dos quilombos estão entre as cinco áreas consideradas prioritárias pelo Programa Fome Zero para 2003.

Além dos quilombos, são consideradas áreas prioritários os acampamentos e assentamentos rurais; aldeias indígenas em situação de risco nutricional; as populações que vivem nos lixões e nos municípios do semi-árido nordestino.