Fome no Brasil é um problema político, diz D. Mauro Morelli

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 18 de novembro de 2003 as 17:03, por: cdb

O bispo de Duque de Caxias (RJ), dom Mauro Morelli, afirmou hoje no I Congresso Brasileiro de Agroecologia, em Porto Alegre, que a questão da fome é um problema político. Segundo D. Mauro Morelli, o Brasil deve fazer uma autocrítica porque tem preconceito e problemas culturais para enfrentar a fome.

— O problema não é acabar com a fome, mas garantir que todas as pessoas, de qualquer classe social e de qualquer idade, possam se alimentar de forma humana e saudável todos os dias — diz
Dom Mauro afirmou que a sociedade, a família e os governos precisam equacionar, de forma ordinária, o direito humano básico ao alimento, ou não será possível resolver a questão da fome. “Temos que garantir que todos os dias haja comida suficiente e de boa qualidade em todas as mesas”, afirmou.

O I Congresso Brasileiro de Agroecologia reúne de hoje até sexta-feira, na Pontifície Universidade Católica (PUC-RS), três mil pessoas para debater ações e resultados de pesquisas direcionadas para a conquista da soberania alimentar sob o referencial agroecológico.