Fofoca inspira redes de computadores

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de abril de 2002 as 18:00, por: cdb

Pesquisadores estão buscando inspiração na forma como a fofoca é espalhada na sociedade para descobrir novas formas de gerenciar redes de computadores. A maneira com que a informação é passada entre amigos, parentes e vizinhos está sendo usada por cientistas do laboratório de pesquisas Microsoft Cambridge, na Grã-Bretanha, para criar formas mais eficientes de construir redes de “computadores amigos”. Eles estão estudando como essas redes se formam e como elas repassam informações de forma confiável para os todos os outros membros, quando eles entram e saem da rede.

Os pesquisadores acreditam que essas redes podem ser importantes para o desenvolvimento da internet, à medida em que a rede começa a ser usada para tarefas que sejam mais independentes de um computador central.

Trocas
Apesar da internet ser uma única e imensa rede formada por várias redes menores, a maioria das pessoas que a utiliza tende a buscar informações contidas em um único domínio ou endereço. Mas isso está mudando gradualmente e redes “de amigos” estão se tornando mais populares. Essas redes são formadas de milhares de computadores individuais, cada um dos quais guarda uma pequena parte dos dados que cada um no sistema pode buscar e encontrar.

Redes como Gnutella e Freenet dependem dos seus membros para manter o sistema funcionando e garantir que seus usuários possam trocar informações.

Descentralizando
O problema para as redes “de amigos” é gerenciar o sistema quando ele cresce e passa a ter dezenas de milhares de usuários. “Não podemos confiar em gerentes e pessoas para fazer esses sistemas funcionarem. Isso é muito difícil”, explica Andrew Herbert, pesquisador do laboratório Microsoft Cambridge.

A equipe dele está trabalhando em um programa chamado Pastry, que facilita a formação de redes de amigos de forma espontânea, sem impor um trabalho muito grande de gerenciamento para os PCs participantes. No momento, essas redes são populares para troca de música, de programas de computador, de filmes e de imagens. Mas como a internet está se tornando cada vez mais comercial, espera-se que no futuro os PCs comecem a formar redes automaticamente.

Pastry
O Pastry usa um esquema inspirado na fofoca para ajudar a formação de comunidades. Os membros da rede somente se conectam com alguns outros no sistema. Tipicamente, a ligação do novo membro é feita com computadores que tenham endereços parecidos com os dele. E a experiência tem mostrado que com o Pastry, a rede pode transmitir informações de forma confiável, mesmo que os membros entrem e saiam da rede todo o tempo.

O Pastry também pode ser útil para gerenciar redes formadas por aparelhos domésticos, nas casas do futuro. “Nós descobrimos que muita gente está usando computadores mais e mais e que são obrigadas a investir muito tempo aprendendo a configurá-los e usá-los. O Pastry ajuda pessoas sem formação técnica a formar suas redes”, acredita Herbert.