FMI deve aprovar nova linha de crédito à Argentina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 11 de agosto de 2001 as 22:07, por: cdb

A Argentina precisa de US$ 9 bilhões para colocar as suas contas em dia com os credores nacionais e internacionais, mas até agora o FMI não se pronunciou quanto à liberação da nova linha de crédito pedida por Domingos Cavallo, o ministro da Economia com superpoderes neste país vizinho.

As conversas mantidas durante todo o sábado, segundo informações das rádios argentinas e confirmadas pela AE, entre funcionários do governo argentino e do FMI não avançaram além do comunicado objetivo de que nenhum acordo foi firmado até o momento. Apenas os técnicos concluíram os trabalhos da avaliação trimestral do atual programa do país com o FMI.

Para acalmar os investidores internacionais, um novo comunicado deverá ser liberado neste domingo ou mesmo na manhã de segunda-feira para acalmar os ânimos do mercado financeiro. “será curto e deve sinalizar a disposição do FMI de explorar novas alternativas de apoio à Argentina”, diz a Agência Estado.