FMI: Brasil precisa de investimentos públicos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 4 de setembro de 2004 as 10:55, por: cdb

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) Rodrigo Rato, disse, em nota divulgada pela instituição, que é importante o aumento do investimento público para incrementar a produtividade e eliminar os gargalos que impedem o desenvolvimento econômico.

No entanto, Rato disse que “considerando o nível ainda elevado da dívida pública brasileira, será crucial manter o compromisso do governo com a obtenção de superávits primários significativos, o que implica, no médio prazo, que as possibilidades de aumento sustentado do investimento público deverão ser criadas sobretudo pela transferência de despesas correntes provenientes de áreas menos prioritárias”.

Na nota, Rato elogia a política econômica brasileira e diz que os avanços realizados pelo governo brasileiro são bastante expressivos. “O governo do presidente Lula vem mantendo políticas macroeconômicas coerentes e formulou uma pauta ambiciosa de reformas estruturais. Essas políticas corajosas renderam frutos”, diz Rato, ao citar a redução da vulnerabilidade do Brasil e a capacidade de se proteger das turbulências externas.

Rato cita também o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que ele considerou sólido, e o bom desempenho das exportações. Segundo ele, o acordo do governo com o FMI, que será concluído em março de 2005, está se desenvolvendo conforme as expectativas da diretoria do fundo.

– Minhas discussões com o presidente Lula concentraram-se nos desafios futuros. Compartilho do otimismo do presidente em relação às perspectivas de crescimento do Brasil. Concordamos que é fundamental garantir a sustentabilidade da recuperação econômica no médio prazo por meio da manutenção de políticas macroeconômicas prudentes, novas avanços nas reformas estruturais e atenção constante para garantir que os benefícios do crescimento sejam compartilhados com os menos favorecidos.