Fluzão na final

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 15 de março de 2003 as 18:46, por: cdb

Num jogo em que deu até olé para cima do Flamengo, o Fluminense não tomou conhecimento do rival, e passou para as finais do Campeonato Carioca aplicando uma goleada histórica, na tarde deste sábado, no Maracanã: 4 x 0. Com o resultado, o Tricolor passa às finais da competição e começa a defender o bicampeonato na próxima quarta-feira, provavelmente contra o Vasco.

O Flamengo entrou em campo muito fechado, dando a impressão que imporia sérias dificuldades ao Flu. Mas era o Fla que não conseguia sair em contra-ataque devido aos muitos erros de passe no meio-campo, a exemplo do que aconteceu na primeira partida. O Fluminense, precisando desesperadamente da vitória, partiu para cima, mas não encontrava brechas na defesa rubro-negra.

A não ser aos 15min, quando Ademílson recebeu um ótimo lançamento, deslocou Valdson e foi derrubado pelo zagueiro. Pênalti, que o fraco Carlos Jorge Moreira não deu. Três minutos depois, Jadílson arriscou uma trivela de fora da área e por pouco não surpreende Júlio César.

Mas, aos 20min, não teve jeito. Djair cobrou uma falta de longa distância. A bomba veio forte, Júlio César rebateu mal, para a frente, e Ademílson não perdoou no rebote: 1 x 0 Flu.

O Flamengo, então, não teve outra escolha senão sair para o ataque. Ironicamente, foi num contra-ataque no qual Fábio Baiano driblou meio time do Fluminense que o Flamengo perdeu sua melhor oportunidade no primeiro tempo, graças a uma difícil defesa de Kléber.

No intervalo, Zé Carlos sentiu uma contusão e o técnico Evaristo de Macedo lançou o jovem Jean no ataque do Flamengo. O garoto até deu um ânimo novo ao time, mas, logo aos 5min do segundo tempo, o Rubro-negro levou um balde de água fria. Numa ótima jogada pela esquerda, Ademílson entrou na área, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para trás. Júlio César defendeu parcialmente e Alex Oliveira, na corrida, completou para dentro do gol, ampliando o placar.

Para piorar a situação do Fla, aos 12min, Fernando, que já tinha cartão amarelo, aplicou um carrinho desleal em Djair e foi expulso. Na cobrança da falta, o Flu fez uma jogada envolvente por todo o ataque que culminou num chute cruzado de Alex Oliveira de dentro da área. Mais uma vez, Júlio César defendeu e a bola sobrou na marca do pênalti para Ademílson que fuzilou para fazer 3 x 0.

Aos 25min, nova blitz do Flu na área do Fla e Jadílson acabou derrubado por Alessandro. Pênalti, que Fábio Bala bateu e converteu, fechando a goleada. No final, o Flu deu um olé de dois minutos, levando a torcida ao delírio e o Fla ao desespero. Irritado, Júlio César saiu do gol e partiu para o ataque, desagradando Evaristo de Macedo, que xingou o goleiro de burro. O Fla ainda terminou o jogo com nove em campo, já que Alessandro foi expulso por outra jogada violenta.

FLAMENGO 0 x 4 FLUMINENSE

Flamengo
Júlio César, Alessandro, Valdson, Fernando e Athirson; Jorginho, André Gomes, Fábio Baiano e Felipe (Fabiano Cabral); Zé Carlos (Jean) e Fernando Baiano (Andrezinho)
Técnico: Evaristo de Macedo

Fluminense
Kléber, Zada, César (Rodolfo), Zé Carlos e Jadílson; Marcão, Marciel, Djair e Alex Oliveira (Fernando Diniz); Ademílson (Fábio Bala) e Marcelo
Técnico: Renato Gaúcho

Data: 15/3/2003 (sábado)
Local: Maracanã
Público: 31.016 pagantes
Renda: R$ 272.770,00
Juiz: Carlos Jorge Moreira
Cartões amarelos: Athirson, Fernando, Zé Carlos, Felipe, Alessandro (Flamengo), Zada e Zé Carlos (Fluminense).
Cartões vermelhos: Fernando e Alessandro (Flamengo).
Gols: Ademílson, aos 20min do primeiro tempo; Alex Oliveira, aos 5min; Ademílson, aos 13min, e Fábio Bala, aos 25min do segundo tempo.