Flamengo quer embalar no Brasileiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de outubro de 2002 as 23:43, por: cdb

Quando o Flamengo atingiu a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, todos imaginavam o pior. Principalmente porque faria três jogos seguidos fora de casa. O primeiro obstáculo virou poeira. Agora, o time pode voltar a sonhar com a classificação se vencer o Figueirense, no jogo desta quarta-feira à noite, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Para o atacante Liédson, artilheiro do Flamengo na competição com 12 gols, o time tem atuado mais solto fora de casa do que no Rio. “O Maracanã, que deveria nos favorecer, acaba nos atrapalhando. Quem joga em casa tem obrigação de buscar a vitória o tempo inteiro. Fora, jogamos sem responsabilidade”, afirmou.

Mas a tarefa não será nada fácil. O Rubro-negro terá sete desfalques para pegar o Figueirense. O lateral-direito Alessandro, o zagueiro André, o meia Fábio Baiano e o atacante Zé Carlos estão fora por suspensão. Os zagueiros Fernando e Flávio e o goleiro Júlio César, lesionados, completam a lista.

O técnico Evaristo de Macedo tenta aparentar tranqüilidade diante de tantos problemas. “Com a vivência que tenho no futebol, encaro com naturalidade esse tipo de problema. Não posso ficar nervoso, porque uma palavra mal colocada pode abalar algum jogador. Mas, é claro que me incomoda não repetir a equipe”, analisou.

Sem três zagueiros, Evaristo terá que improvisar o volante Jorginho, que já exerceu esta função outras vezes, ao lado de André Bahia. “Será preciso improvisar porque estamos sem zagueiro-central. O Flávio parecia que voltaria, mas foi vetado, e contra o Vitória perdemos o André”, disse Evaristo de Macedo.

Na lateral direita, Édson substituirá Alessandro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, enquanto na lateral esquerda Athirson retorna no lugar de Anderson. Com o deslocamento de Jorginho para a zaga, Anderson Gils será o segundo volante ao lado de André Gomes. Outra modificação no meio-campo é a entrada de Iranildo no lugar de Fábio Baiano, expulso domingo.

No ataque, Zé Carlos também cumprirá suspensão. Assim, Sandro Hiroshi atuará ao lado de Liédson. Ainda em recuperação de uma lesão na coxa esquerda, o goleiro Júlio César deverá retornar contra o Santos, sábado, na Vila Belmiro. Diego, que tem substituído Júlio César à altura, está mantido.

O time catarinense terá a volta de Thiago Gentil, artilheiro do time no Brasileiro com cinco gols. O atacante cumpriu suspensão, não enfrentou o Goiás e tem lugar garantido no ataque alvinegro. Assim, o meia Marcelinho, que cumpriu a centésima partida pelo clube domingo, retorna ao banco de reservas.

Como ocorreu em outros jogos contra times tradicionais do futebol brasileiro, como São Paulo e Palmeiras, a expectativa é de casa cheia. Foram colocados à venda 11,5 mil ingressos para os alvinegros e outros 2,5 mil para os rubro-negros.

FIGUEIRENSE x FLAMENGO

Data: 23/10/2002 (quarta-feira)
Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis
Horário: 20h30min
Juiz: Edílson Pereira de Carvalho (Fifa-SP)
TV: pay-per-view ao vivo

Figueirense
Edson Bastos; Márcio Goiano, Carlinhos (Bebeto) e André Luis; Paulo Sérgio, Marcinho, William, Igor (Cláudio) e Lino; Thiago Gentil e Selmir
Técnico: Muricy Ramalho

Flamengo
Diego; Édson, Jorginho, André Bahia e Athirson; André Gomes, Anderson Gils, Felipe Melo e Iranildo; Sandro Hiroshi e Liédson
Técnico: Evaristo de Macedo