Flamengo leva a melhor no duelo rubro-negro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 18 de julho de 2002 as 12:12, por: cdb

O Flamengo levou a melhor no duelo de rubro-negros ao vencer o Vitória por 2 a 1, em Fortaleza. Com o resultado, o time carioca se classificou para a semifinal da Copa dos Campeões e terá pela frente o Cruzeiro, adversário que eliminou na mesma fase em 2001.
O clube do treinador Lula Pereira segue invicto, vencendo os quatro jogos que disputou na competição, contra o Goiás, Atlético-MG e São Caetano, na primeira fase.
A primeira boa chance de gol foi do atacante André do Vitória, aproveitando falha do zagueiro Váldson, mas o chute passou por cima do gol de goleiro Júlio César.
Juninho Paulista respondeu para o Flamengo aos 24 minutos, após tabelar com Felipe Mello e chutar por cima do travessão do goleiro Jean. O clube carioca dominava a partida, enquanto o time do técnico Joel Santana jogava recuado aproveitando o contra-ataque.
O primeiro gol do jogo saiu aos 43 minutos, Athirson tabelou com Juninho Paulista e tocou para o atacante Liédson, que chutou rasteiro no canto esquerdo de Jean.
O segundo tempo começou com o jogo bem movimentado e com a equipe carioca pressionando o time baiano. Mas foi o Vitória quem fez o gol, aos 15 minutos, com o zagueiro Marcelo Heleno, de cabeça, aproveitando cobrança de falta de Maurício. Com o placar igual, o time do treinador Joel Santana começou a pressionar o Flamengo e quase passou à frente com Aristizábal, que mandou uma “bomba” perto do travessão.
A partida seguia equilibrada e quando todos já davam como certo a decisão por pênaltis, Athirson marca um belo gol, aos 43 minutos, após driblar Maurício e chutar forte de fora da grande área, no ângulo direito do goleiro Jean.
Aos 45 minutos, Jorginho salvou o clube carioca ao tirar uma bola em cima da linha, evitando assim o gol de empate do Vitória, o que levaria a disputa para os pênaltis.

FLAMENGO 2 x 1 VITÓRIA

Flamengo
Júlio César; Alessandro, Váldson, Fernando e Athirson; Jorginho, André Gomes, Felipe Mello (Andrezinho) e Hugo (Marquinhos); Juninho Paulista e Liédson (Roma)
Técnico: Lula Pereira

Vitória
Jean; Maurício, Marcelo Heleno, Eloy (Anselmo) e Paulo Rodrigues; Xavier, Ramalho e Fernando; Allan Dellon, Aristizábal e André (Leonardo)
Técnico: Joel Santana

Data: 17/7/2002 (quarta-feira)
Local: Castelão, em Fortaleza
Juiz: Edílson Carvalho (Fifa-SP)
Cartões amarelos: Felipe Melo e Aristizábal
Gols: Liédson, aos 43min do primeiro tempo; Marcelo Heleno, aos 15 e Athirson, aos 43min do segundo tempo