Fla vence o Vitória de virada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 3 de maio de 2003 as 18:28, por: cdb

Foi sofrido, mas o Flamengo conseguiu uma importante vitória na tarde deste sábado, no Maracanã, sobre o Vitória, por 2 x 1, de virada. Com o resultado, o time carioca passou a somar 11 pontos no Campeonato Brasileiro, enquanto o baiano estacionou nos oito. Pouco mais de 20 mil torcedores foram ao estádio.

O gol que determinou os três pontos foi marcado por Igor, que substituíra Fernando Baiano, aos 42 minutos da etapa final. O outro foi marcado por Jean, com Nádson fazendo o do Vitória. Agora, as duas equipes voltam a se enfrentar na quarta-feira pela Copa do Brasil, também no Maracanã.

O Vitória começou de forma mais objetiva e abriu o marcador logo aos sete minutos de jogo. Zé Roberto cobrou escanteio do lado esquerdo do ataque da equipe baiana, a defesa do Flamengo ficou observando e Nádson não vacilou e escorou para o gol. Logo depois o zagueiro Fernando teve a chance de empatar próximo da pequena área, mas isolou a bola.

O time carioca, embora cometesse falhas no meio-campo, não jogava má partida. E quando o técnico Nelsinho Baptista preparava a substituição de Jonatas por Fernando Diniz, o jovem jogador tentou o chute de fora da área, mas pegou mal e a bola sobrou para Jean penetrar e dar um toque sutil à esquerda de Paulo Musse para empatar, aos 22.

A equipe carioca passou a pressionar em busca do segundo gol. Aos 44 num chute de fora da área de Paulo Miranda, o goleiro do Vitória defendeu sem dificuldades. Mas um minuto depois Fernando Baiano e Jean fizeram bela tabela e, de fora da área, Fernando Baiano arriscou forte chute que Paulo Musse defendeu firme. Aos 47, o atacante do Flamengo bateu falta com força que o goleiro rebateu com um soco.

O segundo tempo começou com os times sem penetração nas áreas adversárias. A forte chuva também prejudicava o toque de bola e os lances de força começaram a prevalecer. Somente aos 14 minutos o Flamengo deu seu primeiro chute a gol. Felipe fez boa jogada da direita para o meio e bateu de fora da área, mas ela não ganhou muita força e foi na rede pelo lado de fora, à esquerda de Paulo Musse.

Dominado a segunda etapa, o time da casa diminuiu um pouco o ritmo, mas continuava lutando pelo segundo gol. Aos 26, Cássio chutou de fora da área, mas Paulo Musse agarrou a bola com firmeza.

Somente aos 30 o Vitória criou sua primeira chance de gol no segundo tempo. Dionísio fez boa jogada individual pela esquerda, penetrou na área, mas chutou mal, para fora à direita de Júlio César. Cinco minutos depois, Fernando cabeceou uma bola dentro da área em busca de André Bahia, mas o goleiro do Vitória foi mais rápido e conseguiu fazer a defesa, em dois tempos.

Aos 37, Paulo Miranda tentou colocar a bola no ângulo esquerdo de Paulo Musse, mas a bola foi para fora. O Flamengo continuou pressionando em busca do segundo gol e conseguiu aos 42. Paulo Miranda cobrou falta da esquerda, Marcelo Heleno resvalou de cabeça e a bola sobrou na direita para Igor, que chutou forte, de pé esquerdo, fazendo um belo gol.