Fla despacha o Remo em Belém

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de abril de 2003 as 22:12, por: cdb

O Flamengo não precisou suar muito para se classificar às quartas-de-final da Copa do Brasil. Mesmo atuando fora de casa, o Rubro-Negro derrotou o Remo por 3 x 2, na noite desta quarta-feira, em Belém, com gols de Jean, Cássio e Felipe – Gian e André Bahia (contra) descontaram. O time carioca havia vencido a partida de ida por 4 x 0 e, agora, deve enfrentar o Vitória.

Podendo perder por até três gols de diferença, o Flamengo entrou tranqüilo. O técnico Nelsinho Baptista, ao contrário das partidas anteriores, resolveu mudar e colocou em campo a formação 3-5-2, com Valdson ao lado de André Bahia e Fernando.

Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo não se intimidou e partiu para cima do Remo. Teve uma boa chance logo aos cinco minutos com Andrezinho. O atacante recebeu a bola e chutou, mas o goleiro Ivair fez boa defesa espalmando para escanteio.

Com o susto, o Remo resolveu acordar para a partida. A equipe paraense começou a ter maior posse de bola e quase abriu o marcador aos 15 minutos, quando Chicão chutou forte levando perigo para o goleiro Diego.

A partir daí, o Remo passou a ter o domínio da partida e com apoio da torcida foi para cima do Flamengo. Aos 24 minutos, Valdomiro fez boa jogada individual e cruzou para Márcio Belém. O meia, com o goleiro Diego vendido, mandou a bola no travessão.

Mesmo com toda a pressão dos paraenses, o Flamengo quase foi para o intervalo com a vantagem no placar. Aos 41 minutos, Cássio fez boa jogada pela esquerda e chutou rasteiro. O goleiro Ivair, com grande dificuldade, colocou a bola para escanteio.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com mais disposição. A bronca do técnico Nelsinho Baptista no intervalo surtiu efeito. A equipe passou a dominar a partida e resolveu acabar de vez com as esperanças do Remo, que ainda sonhava com a classificação.

Logo aos dez minutos, o Rubro-Negro fez o primeiro gol. Moisés perdeu a bola e proporcionou o contra-ataque. Cássio rolou para Felipe, que cruzou para Jean apenas escorar para o fundo da rede.

A vantagem no placar animou a equipe do Flamengo que marcou o segundo três minutos depois. Andrezinho driblou Augusto e após uma boa troca de passe do ataque rubro-negro, a bola sobrou para Cássio, que emendou sem chances para o goleiro Ivair.

Perdidos por um ou por mim, o Remo foi em busca de um resultado melhor. E conseguiu o seu primeiro gol aos 23 minutos, através de um pênalti de Cássio em Moisés. Gian cobrou e marcou.

O gol animou o Remo que tentou uma reação. Só que quem marcou foi o Flamengo. Aos 29 minutos, Felipe arrisou e fez um golaço com a bola entrando no ângulo de Ivair.

Mesmo com tudo quase perdido o Remo não desistiu e diminuiu aos 32 minutos num gol contra de André Bahia, após a cobrança de escanteio.

REMO 2 x 3 FLAMENGO

Remo
Ivair, Moisés, Irituia, Augusto e Djalma Santos; Chicão (Valderi), Marcelo Augusto (Nenê), Márcio Belém e Gian; Zé Afonso (Ivan) e Valdomiro
Técnico: Fernando Oliveira

Flamengo
Diego, André Bahia, Fernando (Fabiano Eller) e Váldson, Luciano Baiano, Fabinho, Jônatas, Felipe e Cássio; Andrezinho (Igor) e Jean
Técnico: Nelsinho Baptista

Data: 30/4/2003 (quarta-feira)
Local: estádio Mangueirão, Pará
Público: 18.146
Renda: Não divulgada
Juiz: Paulo César Oliveira (SP)
Cartões amarelos:Augusto, Gian, Marcelo Augusto, Cássio e Felipe
Gols: Jean, aos dez minutos; Cássio, aos 13 minutos; Gian, aos 23 minutos; Felipe, aos 29 minutos e André Bahia (contra), aos 32 minutos do segundo tempo