Firjan e Sinduscon formam parceria para diminuir déficit habitacional

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de setembro de 2003 as 21:46, por: cdb

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Rio (Sinduscon-RJ) apresentaram na reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) uma proposta de financiamento direto aos construtores, em especial os de pequeno e médio portes, para a produção de 528.875 novas moradias até 2004.

A construção geraria 1.078.140 empregos. O projeto propõe a utilização de 70% do orçamento anual do FGTS, além dos 65% dos recursos da caderneta de poupança, que o Sistema Financeiro da Habitação (SFH) obriga os bancos a aplicarem em habitação, e de outros recursos provenientes da União.

A previsão das entidades é de que o programa movimente, até o final do ano, R$ 3,3 bilhões, gere 210 mil empregos e crie 76 mil novos imóveis. O déficit habitacional brasileiro é de 6,6 milhões de unidades.