‘Filme de amor’, de Bressane, é o vencedor do festival de Brasília

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de novembro de 2003 as 22:35, por: cdb

“Filme de amor”, de Júlio Bressane acaba de ganhar o Candango de melhor filme do XXXVI Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Rogério Sganzerla ganhou o prêmio de melhor diretor pelo filme “Signo do Caos”. O melhor ator é Paulo César Peréio, por sua atuação no filme “Harmada”, de Maurice Capovilla.

Ruth Rieser ganhou o prêmio de melhor atriz por sua participação de “Lost Zweig”, de Sylvio Back. Ênio Gonçalves e Vera Mancini, dupla de interpretes de “Garotas do ABC”, de Carlos Reichenbach ganharam os prêmios de melhor ator e melhor atriz coadjuvante.

Sylvio Back e Nichollas Oneir ganharam o prêmio de melhor roteiro com o filme “Lost Zweig”. O prêmio de melhor fotografia foi para Walter Carvalho por “Filme de amor” e a melhor direção de arte para Bárbara Quadros por “Lost Zweig”.

Guilherme Vaz ganhou o prêmio de melhor trilha sonora e Silvio Renoldi e Sganzerla o prêmio de melhor montagem por “Signo do caos”. O prêmio especial do júri foi para o argumento de “Garotas do ABC”, de Reichenbach.

O prêmio de melhor filme de curta metragem em 35 mm foi para “Rua da Amargura”, de Rafael Conde. E o prêmio de melhor filme curta metragem em 16 mm foi para “Suicídio Cidadão”, de Iberê Carvalho.

O prêmio de melhor filme do júri popular foi para o longa metragem “Glauber, o Filme, Labirinto do Brasil “, de Sílvio Tendler. O júri popular considerou o melhor curta em 35 mm “Momento Trágico”, de Cibele Amaral. Os prêmios estão sendo anunciados neste momento no Teatro Nacional em Brasília.