Filha de Clinton terá salário de US$ 100 mil como consultora em Nova York

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de março de 2003 as 20:52, por: cdb

Chelsea Clinton, filha única do ex-presidente americano Bill Clinton, aceitou a proposta de trabalho de uma empresa de consultoria em Nova York e ganhará mais de 100 mil dólares anuais, informou neste sábado, a edição on-line da revista Newsweek.

Chelsea, que está prestes a concluir uma pós-graduação na Universidade britânica de Oxford, recusou um emprego no escritório londrino da consultoria McKinsey, mas aceitou outro, em Nova York, de acordo com a revista.

A McKinsey confirmou a aceitação, mas não quis fazer declarações sobre o salário da filha do ex-presidente.

De acordo com a revista, a maioria dos novos contratados na empresa começa com salário de 115 mil a 120 mil dólares anuais, além de um bônus de 10 mil dólares por fecharem contrato com a firma.

A Newsweek acrescenta, baseando-se na entrevista com um antigo encarregado de contratar pessoal para a empresa, que Chelsea fará parte de um grupo de cinco mil pessoas em todo o mundo selecionadas pela excelência de seus resultados acadêmicos.

A companhia verifica até mesmo o rendimento escolar dos últimos anos da educação básica.

“Não vai lhe sobrar tempo algum para sua vida pessoal”, disse o ex-encarregado de recursos humanos da companhia, explicando que a firma exigirá de Chelsea dedicação exclusiva e integral.