Fifa: empresário argentino procurado pela Interpol se entrega na Itália

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 9 de junho de 2015 as 11:32, por: cdb
Sede da empresa Torneos em Buenos Aires
Sede da empresa Torneos em Buenos Aires

 

Alejandro Burzaco, um dos três empresários argentinos procurados pela Interpol por conta do escândalo da Fifa investigado pelo FBI, se entregou à Justiça italiana, informou a polícia da Itália nesta terça-feira.

Burzaco, que também possui nacionalidade italiana, se entregou em Bolzano, no norte da Itália, acompanhado por dois advogados, um argentino e outro italiano.

O empresário, que era presidente da companhia Torneos, tem um pedido de captura e extradição feito pelas autoridades dos Estados Unidos, que investigam o pagamento de subornos à Fifa em troca de direitos comerciais.

– Ele se apresentou voluntariamente nesta manhã no departamento de polícia e está detido – disse Giuseppe Ricario, chefe da polícia de Trento, à rádio argentina La Red. “Está na delegacia. Se apresentou com um advogado. Imaginamos que sua intenção foi colaborar com as autoridades. Ele foi detido porque, segundo nosso código penal, é preciso fazer isto caso haja pedido de captura internacional”, acrescentou.

A extradição “está sujeita à decisão da Justiça italiana”, disse nesta terça-feira o secretário de Segurança da Argentina, Sergio Berni, ao canal de televisão C5N.

Reformas

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, incentivou na segunda-feira a Fifa a prosseguir com as reformas, mas alertou a entidade que controla o futebol, assolada por escândalos, que o processo será doloroso.

Bach acrescentou que não queria dar conselhos à Fifa e ressaltou que as estruturas das duas organizações são muito diferentes e difíceis de comparar.

– Nós só podemos incentivar a Fifa para continuar (com) as reformas que tenham sido iniciadas, não podemos dar conselhos detalhados sobre o que fazer, mas apreciamos que exista prontidão para reformas – disse ele em entrevista coletiva.

– Também sabemos por nossa experiência que …. colocar tudo sobre a mesa pode ser uma experiência dolorosa, mas é absolutamente necessário fazer isso, como vimos a partir da nossa própria história.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, renunciou na terça-feira, menos de uma semana depois que a polícia suíça prendeu dirigentes da entidade em um hotel de luxo em Zurique sob acusações de corrupção movidas por promotores norte-americanos em Nova York.

Em 1998, o COI foi alvo de escândalo de subornos em votação envolvendo os Jogos Olímpicos de Inverno de Salt Lake City, em 2002. Esse fato levou a reformas dentro da entidade.

– A estrutura da Fifa é muito diferente da do COI. Quase não há comparação entre o que aconteceu com Salt Lake City e o que ocorre agora no que diz respeito à Fifa – disse Bach.

– Nós tivemos esse tipo de problema (e) abordamos isso … através da introdução de limites de mandato, reduzindo os limites de idade, tendo limites de mandato não só para os membros mas também membros do comitê executivo e presidente – acrescentou Bach.