Fifa ameaça excluir Nigéria do futebol mundial

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de setembro de 2004 as 14:45, por: cdb

A Fifa (Federação Internacional de Futebol), órgão que controla o futebol mundial, determinou à Associação de Futebol da Nigéria que mude seus estatutos até 31 de dezembro sob pena de o país ser banido do futebol internacional.

O Comitê para Associações Nacionais da Fifa disse que as leis do futebol na Nigéria comprometem a independência da Associação.

O atual estatuto dá ao ministro dos Esportes da Nigéria o direito de indicar o secretário-geral da Associação de Futebol (que é o executivo-chefe) e diversos integrantes da diretoria.

Isso contradiz as regras da Fifa, que estabelecem que os diretores das associações de futebol devem ser eleitos e não indicados.

Em discussão
Espera-se que novos estatutos também assegurem que o secretário-geral responda apenas à diretoria da Associação e não ao Ministério dos Esportes da Nigéria.

O presidente da Associação de Futebol da Nigéria, Ibrahim Galadima, disse à BBC que a diretoria deve discutir as ordens da Fifa na quarta-feira.

Ele disse ainda que a recente indicação de Taiwo Ogunjobi para o cargo de secretário-geral da Associação também será examinada pela diretoria.

Segundo Galadima, os três meses dados à Nigéria para fazer as reformas deixam o país com muito pouco tempo para “pôr a casa em ordem”.

“Quaisquer mudanças que fizermos nos estatutos precisam ser transformadas em lei pela Assembléia Nacional (o Parlamento nigeriano). Isso significa que precisamos concluir as reformas a tempo para que sejam submetidos a eles (ao Parlamento)”.

“Se não agirmos prontamente, podemos ter dificuldades em cumprir o prazo dado pela Fifa”, disse Galadima.