FHC diz que Mercosul é destino e que Alca e UE são escolha.

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de outubro de 2002 as 23:40, por: cdb

O presidente Fernando Henrique Cardoso reafirmou há pouco a posição brasileira em relação à criação da Área de Livre Comércio das Américas, numa resposta indireta ao representante do governo dos Estados Unidos, Robert Zoellick.

O norte-americano afirmou no jornal “The Miami Herald” que o Brasil tinha como opção a Alca ou a Antártida – uma região sem mercado consumidor – para comercializar seus produtos. Para o presidente a posição do Brasil já está clara desde a Cúpula de Québec, em abril do ano passado, e não há intenção de mudá-la.

“A Alca era um empreendimento compartilhado em que ou os interesses de todos estivessem contemplados ou não haveria a Alca”, disse.

Fernando Henrique reafirmou ainda a prioridade do Mercosul para o Brasil. Na avaliação do presidente, a Alca pode ser negociada e até retardada, mas não o Mercosul. “Vamos continuar levando adiante o nosso projeto de Mercosul, que é fundamental. O Mercosul é destino. A Alca e a União Européia são escolha”, afirmou.