Ferrari preocupa o mundo da Fórmula 1

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 3 de setembro de 2002 as 11:33, por: cdb

A Ferrari fez dobradinha no último Grande Prêmio da Bélgica, em Spa-Francochamps, mostrando a superioridade da equipe italiana. A vitória do alemão Michael Shumacher, com o brasileiro Rubens Barrichello, em segundo, marcou de forma incontestável a supremacia da escuderia que tem o maior número de torcedores em todo o mundo.

Agora, se por um lado o 50º pódio consecutivo da Ferrari agradou milhões de ferraristas, por outro, deixou a má impressão do que acontecerá com o circo da Fórmula 1.

Mas os especialistas começam a discutir sobre a próxima temporada. A cada ano que passa o avanço tecnológico se supera, principalmente na F1, e os comentários de pessoas ligadas à equipes como a Mac Laren e Willians é só um: alguém conseguirá superar a Ferrari? Até o ex-piloto Nigel Mansel, declarou recentemente sobre o possível monopólio da escuderia italiana: “A Ferrari, hoje, é simplesmente a melhor escuderia em todos os tempos”, disse o Leão, como era conhecido no circo da F1.

Vale lembrar que nem só dos competentes pilotos, Rubens Barrichello e do fantástico Michael Shumacher, se fez o sucesso da Ferrari: os mecânicos, técnicos, pilotos de testes, que tem no brasileiro Luciano Burti e o italiano- já confirmado para a próxima temporada-, Luca Badoer, peças importantes no esquema vitorioso.

Michael Shumacher, que já é o campeão, soma na competição 122 pontos, e Barrichello, 51. Para manter o domínio ferrarista o brasileiro luta pelo vice-campeonato com o colombiano Juan Pablo Montoya, com 44 pontos, e o alemão, irmão de Michael, Ralf Shumacher, 42. Restam ainda três provas para o fim do campeonato. A próxima etapa será na Itália, circuito de Monza, no dia 15.