FERNANDO VALLEJO AGRADECE POR PRÊMIO LITERÁRIO

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de agosto de 2011 as 19:05, por: cdb

CIDADE DO MÉXICO, 30 AGO (ANSA) – O escritor colombiano naturalizado mexicano Fernando Vallejo disse estar “muito agradecido” por ter sido eleito o ganhador do Prêmio de Literatura da Feira Internacional do Livro (FIL) de Guadalajara 2011.
   
“Creio que seja muito grande para mim”, disse o escritor, afirmando”nunca ter esperado” que isto acontecesse. Ele anunciou que a quantia de US$ 150 mil (cerca de R$239,4 mil) que acompanha a premiação será destinada a “alguma causa nobre”.
   
O autor afirmou que não pretende mais escrever sobre narcotráfico, ao comentar sobre seu livro “A Virgem dos Sicários” (1994), um de seus trabalhos mais famosos, que discorre a respeito da violência fomentada pelo comércio de drogas na América Latina.
   
“O México está fazendo um percurso, no que se refere ao narcotráfico que a Colômbia fez há 20 anos, e a Colômbia está fazendo um caminho que o México fez há 50 anos ou 100 anos, percorrido pelo PRI [Partido Revolucionário Institucional], o da corrupção política”, afirmou Vallejo.
   
Consultado sobre se sente-se mais colombiano ou mexicano, Vallejo disse que é de onde nasceu e de onde vai morrer. “Por isso, sou colombiano-mexicano”, concluiu.
   
O autor receberá a distinção no dia 26 de novembro, durante a abertura da 26° edição da Feira de Guadalajara, que é considerada uma das mais importantes conferências literárias da língua espanhola.
   
O prêmio foi criado em 1991 para reconhecer o conjunto da obra literária de autores vivos. Alguns dos nomes que já receberam a distinção são o guatemalteco Augusto Monterroso (1996), o argentino Juan Gelman (2000) e o português Antonio Lobo Antunes (2008). (ANSA)