Fernando faz declaração de amor ao Flamengo antes de deixar o time

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de novembro de 2003 as 01:15, por: cdb

Fernando nunca hesitou em fazer declarações de amor ao Flamengo. Chegou a dizer que, se pudesse, viraria dirigente do clube. Nesta terça-feira, pela primeira vez, falou de sua despedida da Gávea.

O zagueiro, já vendido por US$ 600 mil ao empresário Cláudio Guadagno, ainda não sabe o clube de destino. Acha difícil atuar no futebol japonês. O que ele sabe, no entanto, é que tem mudado seus hábitos nos últimos dias. Tudo por conta da tristeza pela saída do Flamengo. Ele não nega, no entanto, que jogar no exterior lhe trará benefícios financeiros.
 
– Meu filho merece este sacrifício. Passei a ficar mais tempo no Flamengo nos últimos dias. Sempre fui um dos últimos a sair dos treinos, mas agora estou chegando mais cedo, para ficar mais tempo na Gávea. Estou procurando curtir meus últimos momentos aqui. Hoje (terça-feira) eu deveria fazer musculação, mas fiquei no campo – disse o jogador.

Fernando diz que, em alguns momentos, evita pensar na despedida. Mas admite a dificuldade.
 
– Fiz um trato comigo de não pensar nisso até a hora de sair em definitivo. Mas quando deito para dormir, vem tudo à cabeça. Se fosse possível fazer minha independência financeira no Flamengo, ficaria a vida toda – disse Fernando, sonhando com a volta.

– Quero encontrar o clube como encontrei em 92, quando cheguei. O Flamengo tinha sido campeão brasileiro. Quero reencontrar um clube vitorioso – disse.