Felipão fica irritado com declarações de Rui Costa e Figo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de março de 2003 as 15:12, por: cdb

Felipão resolveu mostrar quem manda na Seleção de Portugal. Irritado com comentários feitos pelos astros Figo e Rui Costa, os dois principais jogadores do país, o técnico disse que é ele quem decide quem são os jogadores que devem ou não ser convocados.

Tanto Figo como Rui Costa manifestaram-se contra a convocação do jogador Deco, do Porto, um dos principais destaques do Campeonato Português. Motivo: Deco nasceu no Brasil e só poderia atuar na Seleção Portuguesa graças ao processo de naturalização, confirmado nesta quarta-feira.

“Todo grande jogador é importante. Deco tem qualidades e isso é ótimo para a Seleção Portuguesa, essa é a minha visão. Quem entender de modo diferente tem a possibilidade de não comparecer e dizer que não quer jogar, porque aqui ninguém coloca revolver na cabeça de ninguém”, disse Felipão, segundo o jornal A Bola.

Ao contrário do que vinha fazendo até então, Felipão resolveu falar mais especificamente sobre o caso de Deco, já que agora o atleta é cidadão de Portugal: “A partir do momento em que deram a cidadania a Deco, ele passou a ser um cidadão português e pode dizer sim ou não, assim como os outros. Quem não quiser vir deve ser homem suficiente para dizer não”.

Felipão aproveitou a ocasião para deixar claro que não admitirá intervenções ou palpites na escolha dos jogadores convocados. “Quem manda na escolha dos jogadores da seleção sou eu. Não cedo à pressão de ninguém e trabalho com as minhas convicções. Se eu achar que devo convocar um jogador da terceira divisão, de 17 ou de 45 anos, vou fazê-lo. Quando eu não estiver cumprindo o exigido, o presidente (da Federação Portuguesa) tem a prerrogativa para me mandar embora”.