Felipão estréia com derrota

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de fevereiro de 2003 as 20:40, por: cdb

A nova “Família Scolari” não começou bem. Nesta quarta-feira, em Gênova, a Itália derrotou Portugal por 1 x 0, em amistoso que marcou a estréia do pentacampeão no comando do time luso.

O único gol da partida foi marcado por Corradi, aos 16min do segundo tempo.

No dia 29 de março, Portugal e Brasil se enfrentarão em Lisboa. A equipe de Carlos Alberto Parreira, aliás, empatou sem gols com a China (em Guangzhou), também nesta quarta-feira.

Portugal, que sediará a Euro-2004, não conseguiu quebrar um incômodo tabu. Os lusos perderam 11 dos 12 jogos contra os italianos fora de seus domínios. A outra partida terminou empatada.

O clássico europeu não contou com importantes estrelas. Vieri, Del Piero e Totti, contundidos, desfalcaram a Itália. Vitor Baia, Nuno Gomes e João Pinto, por opção de Scolari (e descontentamento dos portugueses), sequer foram convocados.

Jogando em casa, a Itália foi muito superior a Portugal. Logo aos 3min, Panucci aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou firme, à esquerda do goleiro Ricardo.

Aos 14min, Zaneti chutou de fora da área e a bola assustou novamente os portugueses, muito recuados em campo.

O time de Felipão chegou ao gol dos tricampeões mundiais apenas aos 19min, com Figo, em chute de longa distância.

Soberana em campo, a Itália não tinha dificuldades para dominar o adversário. E a melhor chance da azzurra aconteceu aos 32min. Nesta cabeceou e Ricardo fez uma defesa espetacular.

Além de explorar bem as bolas aéreas, a Itália exerceu uma forte marcação sobre Figo e Rui Costa, anulados na etapa inicial.

O jogo ficou mais equilibrado no segundo tempo. Portugal, melhor posicionado, teve uma ótima chance aos 8min. Pela direita, Figo dominou a bola, atraiu a marcação e tocou para Rui Costa, que chutou colocado. Buffon viu a bola raspar a trave.

Mas a euforia dos lusos não durou muito tempo. Aos 16min, Corradi aproveitou o rebote do goleiro Ricardo e chutou forte, abrindo finalmente o placar.

ITÁLIA 1 x 0 PORTUGAL

Itália
Toldo (Buffon); Panucci, Cannavarro (Legrotallie) e Nesta; Zambrota, Zanetti (Ambrosini), Perrotta, Camoranese (Fiori) e Miccoli; Delvecchio e Corraddi (Izaghi)
Técnico: Giovanni Trapattoni

Portugal
Ricardo; Ricardo Rocha, Fernando Meira e Fernando Couto (Andrade); Sérgio Conceição (Paulo Ferreira), Tiago (Postiga), Nuno Valente (Rui Jorge), Rui Costa (Mendes) e Luís Figo; Sabrosa (Boa Morte) e Pauleta (Miguel)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Data: 12/02/2002 (quarta-feira)
Horário: 17h45
Local: Gênova, na Itália
Gol: Corradi, aos 16min do segundo tempo