Fed reduz taxa de juros mas não segura queda em Wall Street

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de setembro de 2001 as 10:52, por: cdb

Nem mesmo o anúncio do Federal Reserve, o banco central americano, de corte na taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual segurou a queda em Wall Street. A Bolsa de Nova Iorque abriu em baixa de mais de um ponto percentual e a Nasdaq em queda acentuada de mais de seis pontos. A taxa de juros caiu de 3,5% para 3% ao ano, na oitava redução de juros promovida este ano. Desde junho, a intituição não fazia uma redução de mais de 0,25 ponto percentual.

A queda na taxa é uma tentativa do Fed de evitar um maior contágio dos mercados americanos das turbulências provocadas pelos atentados terroristas da última terça-feira. No documento divulgado há pouco, a instituição explica que a decisão foi tomada porque a economia americana ainda está diante de um grande risco de inflação e desaceleração, o que indica que novos cortes poderão ocorrer este ano.

Dólar reage e reduz ritmo de queda

O dólar comercial reagiu rapidamente à abertura negativa das bolsas americanas, que operam pela primeira vez desde o ataque terrorista nos Estados Unidos. A moeda americana vinha sustentando uma queda de 1%, movida pela redução dos juros básicos nos Estados Unidos, mas reduz gradativamente o ritmo. Às 10h40m, a moeda americana recuava 0,66%, cotada a R$ 2,670 na compra e R$ 2,672 na venda. No mercado futuro, o dólar para liquidação em outubro recua também 0,62%, a R$ 2,691.