FDA aprova coquetel genérico para a aids

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de janeiro de 2005 as 22:15, por: cdb

A FDA, agência de controle de alimentos e medicamentos dos EUA, aprovou na terça-feira o primeiro coquetel genérico de terapia tripla contra a aids. Considerando que as drogas fabricadas pela companhia aprovada, a Aspen Pharmacare da África do Sul, custam entre um terço e metade do que os medicamentos de marca, seria possível tratar duas ou três vezes mais pacientes.

– O objetivo dos EUA é custear o tratamento de 2 milhões de pacientes de países em desenvolvimento até 2008 – diz o embaixador Randall L. Tobias, coordenador global americano para a aids. Sua pasta administra os US$ 15 bilhões prometidos pelo presidente Bush há dois anos para a luta contra a doença.

Os EUA doam até um terço do orçamento do Fundo Global de Luta contra a Aids, Tuberculose e Malária, que pode ser gasto com qualquer medicamento aprovado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A maior parte do restante do dinheiro vai para o Plano de Emergência para Assistência à Aids, que ajuda 13 países africanos, além de Haiti, Guiana e Vietnã, e só pode ser usado para drogas aprovadas pela FDA.

A Aspen, baseada na África do Sul, ainda não anunciou o preço de seus produtos, mas os similares indianos custam entre US$ 240 e US$ 360 por paciente por ano. As versões de marca ficam em cerca de US$ 660.