Fatá:”Legitimidade de Arafat é inalienável”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de setembro de 2003 as 17:52, por: cdb

O movimento Fatá do presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, afirmou hoje que a legitimidade de seu chefe é “inalienável” após o incidente que se seguiu à nomeação pelo governo palestino de um novo diretor da função pública.

– A legitimidade (…) do presidente Arafat é inalienável e todas as instituições oficiais têm o dever de não ultrapassá-la – estimou Fatá em um comunicado do qual a AFP obteve uma cópia.

Dezenas de homens armados irromperam semana passada nas instalações da função pública em Gaza para evitar que o diretor recém-nomeado pelo governo, Sakher Bsisso, assumisse seu cargo em substituição a Mohammad Abdel Aziz Abu Charia, que foi designado por Arafat. Este incidente ocorre quando Arafat e seu premier, Mahmud Abbas, disputam o controle dos serviços de segurança.

Segundo o comunicado, Fatá “proscreve o recurso às armas e à violência para resolver os conflitos” e pede “a instalação de uma comissão de investigação para que se esclareçam os incidentes lamentáveis que se seguiram à nomeação do novo diretor da função pública”.