Farc podem ter instalações montadas no país, diz Ministro da Defesa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 1 de março de 2003 as 09:59, por: cdb

O ministro da Defesa, José Viegas, afirmou que o governo brasileiro já tem conhecimento de que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) podem ter instalações montadas no País, informou neste sábado o jornal “O Estado de S. Paulo”.

Em entrevista ao jornal, Viegas afirmou que o Ministério da Defesa está investigando as atividades e que pretende “apresentar resultados com rapidez”.

Ainda segundo a matéria, o comentário do ministro é referente à informação de que as Farc mantém pelo menos três abrigos para grupos de elite da guerrilha em diferentes nas regiões de Guaíra, sul do Paraná, Miranda, Mato Grosso do Sul, e Boa Vista, capital de Roraima.

A primeira propriedade tem 6,8 mil hectares e pertence ao empresário libanês naturalizado no Paraguai, Ahmad Mohamad, preso há sete meses pela Polícia Federal. As outras duas áreas são menores e funcionariam como uma hospedaria para guerrilheiros colombianos em trânsito para a Europa, principalmente.

As informações são de um relatório da inteligência militar colombiana. Agentes americanos chegam a relacionar as mesmas áreas com uma operação de cobertura a militantes de grupos radicais palestinos Hammas e Hezbollah.

Para autoridades colombianas, no entanto, essas pessoas seriam designadas para agir no exterior com a missão de compra e venda de armas, proteção armada ao narcotráfico e operações logísticas.

Segundo o advogado Carlos Canabarro, que deu entrevista ao jornal, não há nada que as autoridades possam fazer em relação à presença desses cidadãos colombianos no Brasil, já que não são procurados e não cometeram nenhum tipo de delito no País. A única maneira seria o governo brasileiro reconhecer as Farc como organização terrorista.