Famílias de assessores de Udai são mortos em bombardeios

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de abril de 2003 as 14:52, por: cdb

As esposas e filhos de assessores próximos ao filho mais velho de Saddam Hussein, Udai, foram mortos por mísseis americanos e britânicos em uma fazenda ao norte de Bagdá, segundo disseram parentes das vítimas nesta quinta-feira.

Eles explicaram que dois mísseis acertaram na última quarta-feira (2) uma fazenda em Ishaqi, cerca de 80 quilômetros ao norte de Bagdá, matando as duas famílias. As esposas de Udai não estavam na fazenda na hora do bombardeio.

Os dois homens são Acyl Tabra, primeiro vice-presidente do comitê olímpico nacional do Iraque, dirigido por Udai, e Bashar Hisham, outro membro da direção.

Os dois homens receberam condolências em uma mesquita no centro de Bagdá nesta quinta-feira.

Na última segunda-feira (31), Saddam Hussein comandou uma reunião de altos assessores, incluindo Udai, que estava fazendo sua primeira aparição televisiva desde que os Estados Unidos e a Grã-Bretanha lançaram a ofensiva em 20 de março para acabar com o regime do ditador iraquiano.

Os ataques americanos e britânicos têm visado pontos-chave para Saddam em Bagdá assim como os quartéis-generais do comitê esportivo de Udai.

Udai também comanda a milícia paramilitar Fedayeen Saddam que está liderando forte batalhas contra as forças aliadas que avançam.