Falsos médicos bolivianos são presos em Copacabana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 29 de abril de 2010 as 10:49, por: cdb

Dois falsos médicos bolivianos e um falso enfermeiro brasileiro foram presos em Copacabana, na Zona Sul do Rio, no fim desta quarta-feira, por policiais civis da Delegacia Especial de Apoio ao Turista (DEAT) quando prestavam serviços médicos em Unidades de Terapia Intensiva Móvel (UTI Móvel). A informação foi divulgada na manhã desta quinta pela Polícia Civil do Rio.

Segundo o delegado, Fernando Vila Pouca, os bolivianos Carlos Leon Anibarro, de 46 anos, José Marcelo Soliz Lopes, de 43 anos, e o brasileiro José Francisco de Oliveira, de 64 anos, foram presos quando trabalhavam fazendo remoção de pacientes para hospitais particulares na cidade do Rio de Janeiro.

O delegado informou ainda que na UTI foram apreendidos medicamentos com data de validade vencida. Os falsos médicos foram presos pela prática dos crimes de exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. O falso enfermeiro foi indiciado pela prática do crime de exercício ilegal de profissão.