Faculdade de Juiz de Fora perde 40 vagas no curso de Direito por mau resultado no Enade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 2 de junho de 2011 as 16:56, por: cdb

Victor Machado
*Colaboração

A Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) do Ministério da Educação (MEC) determinou a redução de 40 vagas no curso de Direito da Universidade Presidente Antônio Carlos (Unipac), em Juiz de Fora. O curso apresentou resultado de 1,5 no conceito preliminar de curso (CPC) de 2009, considerado insatisfatório. Outras 135 instituições do país também terão que reduzir o número de vagas.

A determinação foi publicada nesta quinta-feira, 1º de junho, no Diário Oficial da União (DOU) e abrange cursos submetidos ao Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2009 que apresentaram CPC 1 ou 2 em uma escala que vai até 5. A instituição é obrigada a reduzir o número de vagas até a renovação de reconhecimento dos cursos. Para estabelecer o número de vagas que deve ser reduzida, foi utilizada um variação entre 15% e 65% e, quanto menor o CPC, maior o percentual de redução.  

Cursinho Popular da UFJF vai selecionar novos alunosDatas do vestibular nas faculdades particulares de Juiz de Fora já estão definidasNovos programas de literatura para o Vestibular e o Pism 2012 são definidos

A instituição tem prazo de 30 dias para apresentar defesa à Seres. A atual determinação é cautelar, contudo, caso os cursos mantenham o resultado insatisfatório, poderá passar a apresentar caráter definitivo. O Portal ACESSA.com entrou em contato com representantes da Unipac, que alegaram não ter formalizado um comunicado à imprensa, o que deverá ser feito após contato com o Departamento Jurídico da instituição.

*Victor Machado é estudante do 7º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá