Fábio Costa pede aumento no Santos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de fevereiro de 2003 as 14:08, por: cdb

Apesar do ambiente estar excelente no Santos, a diretoria está preocupada. O contrato do goleiro Fábio Costa termina no próximo dia 28 de fevereiro e o alvinegro praiano ainda não conseguiu definir um novo compromisso com o jogador.

Nesta segunda-feira, o diretor de futebol do Peixe, Francisco Lopes, não mostrou muito otimismo. “Estamos bastante preocupados. Já tivemos duas conversas preliminares e não alcançamos um acordo. Ontem (domingo) mesmo estava falando novamente com ele nos vestiários da Vila”, afirmou o dirigente.

O maior empecilho para a permanência do goleiro é o salário. Fábio Costa, que foi o destaque do Santos na final do Campeonato Brasileiro contra o Corinthians, no ano passado, quer receber um aumento salarial.

Porém, segundo Francisco Lopes, o jogador já tem altos rendimentos. “Claro que todos querem uma valorização pelo título conquistado. Mas no caso do Fábio, ele já ganhava um salário top (cerca de R$ 80mil)”, afirmou. “Por isso, não podemos extrapolar. É um aumento, neste caso, seria extrapolar”, acrescentou.

O dirigente ainda afirmou que o Santos não pensa mesmo em fazer exageros. “Viramos exemplo para outros clubes com nossa política. Não podemos mudar isso após conquistar um título. O acerto precisa ser bom para o Fábio e também para o Santos”, explicou.

A favor do clube está o fato de Fábio Costa já ter atuado pela Copa Libertadores da América e pelo Campeonato Paulista. Desta forma, ele só poderia atuar em equipes que não estivessem nesta competição. “O Santos quer que ele fique. Vamos tentar um acordo”, finalizou.

O técnico Émerson Leão também considera a renovação do goleiro como fundamental. Apesar disso, o clube já se garantiu e renovou no começo do ano o contrato de Júlio Sérgio, que foi titular durante praticamente todo o Campeonato Brasileiro.