Exportações crescem 3,27% em 2003 na Espanha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 3 de janeiro de 2004 as 14:09, por: cdb

As exportações espanholas cresceram em 2003 3,27 por cento em comparação com o ano anterior e seu valor aumentou 126,872 bilhões de dólares, segundo dados do Conselho Superior de Câmaras de Comércio divulgados neste sábado.    

Os principais sócios comerciais da Espanha foram França, Alemanha e Itália, que receberam 41,4 por cento das exportações, baseadas fundamentalmente em veículos e acessórios, seguidos de caldeiras, maquinaria elétrica e aparelhos de som.

O conselho diz em um comunicado que a França se tornou o primeiro destino das mercadorias espanholas no ano passado, já que recebeu produtos no valor de 24,907 bilhões de dólares, com um aumento de 5,8 por cento.

As exportações para a Alemanha chegaram a 15,2337 bilhões de dólares, com um aumento de 8,62 por cento, e as dirigidas à Itália foram de 12,426 bilhões de dólares, 8,57 por cento maiores.

Na lista dos principais países importadores de mercadorias espanholas aparecem depois Portugal, com 12,1425 bilhões de dólares e uma queda de 3,4 por cento, e o Reino Unido, com 11,8437 bilhões de dólares e uma queda de 2,7 por cento.

Outros sócios comerciais relevantes foram os EUA, para o qual foram exportadas mercadorias da ordem de 5,121 bilhões de dólares; Países Baixos (4,295 bilhões); Bélgica (3,847 bilhões); México (2,002 bilhões); Marrocos (1,707 bilhão); Grécia (1,507 bilhão e Turquia (1,465 bilhão).