Explosão mata duas pessoas na China

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de dezembro de 2003 as 09:46, por: cdb

Pelo menos duas pessoas morreram e outra ficou ferida gravemente nesta terça-feira, em uma explosão ocorrida no estacionamento de um hotel na cidade de Chenzhou (centro), informou a agência oficial Xinhua.

A explosão ocorreu às 09.50 (21.50 de Brasília) no Hotel Tianhu, que fica no centro desta cidade de 630.000 habitantes, situada no sul da província de Hunan.

Aparentemente, mais de dez veículos foram atingidos pela ecplosão, que também estilhaçou as janelas de edifícios contíguas.

Segundo testemunhas, a explosão pode ter sido um atentado suicida cometido por um jovem de uns 20 anos, que se aproximou do hotel momentos antes com vários pacotes “suspeitos” colados a sua cintura.

As primeiras investigações da polícia também indicam que a explosão foi provocada e que os autores usaram material explosivo de grande potência, fácil de adquirir no mercado.

O ferido, que foi internado no hospital, estava trabalhando no segundo andar de um edifício de escritórios próximo.

Na sexta-feira passada outra explosão ocorrida em um táxi em movimento matou o motorista e o passageiro na cidade de Leiyang, 75 quilômetros ao norte de Chenzhou.

A imprensa chinesa relata diariamente atos de sabotagem, como envenenamentos massiços e explosões, provocadas por desempregados e camponeses retirados de suas terras pelas autoridades.

Os atos de terrorismo na China tem tradicionalmente como palco a região noroeste de Xinjiang, habitada majoritariamente pela etnia uigur (credo muçulmano).