Expediente de vereadores em SP é reduzido para cortar gastos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de março de 2007 as 18:20, por: cdb

O expediente na Câmara de São Sebastião (a 214 km de São Paulo) está reduzido a partir desta segunda-feira. A medida foi tomada para diminuir os gastos e equilibrar o orçamento da Casa. O atendimento ao público será feito apenas em meio período, como aconteceu no mês de dezembro. A Câmara vai abrir das 12h às 18h.

O corte foi uma decisão do vereador Dalton José da Silva (PRP), que substitui o presidente da Câmara por um mês.

– A responsabilidade é minha durante esse período. Quando o presidente retornar, as decisões serão de responsabilidade dele. Por enquanto estou fazendo minha parte -, explica o vereador.

Além do horário de funcionamento reduzido, o presidente interino determinou uma avaliação dos gastos telefônicos e ajustes na folha de pagamento. A partir deste mês, está proibido o pagamento de gratificações e horas extras.

Os gastos com pessoal estão acima do permitido pela lei de responsabilidade fiscal. Com orçamento mensal de pouco mais de R$ 851 mil, a Câmara de São Sebastião poderia destinar para a folha de pagamentos no máximo R$ 595 mil. Mas no mês passado esse valor chegou a R$ 690 mil.