Exércitos invasores a 4 dias de Bagdá

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de março de 2003 as 11:24, por: cdb

Tropas britânicas capturaram, nesta sexta-feira, uma área de extrema importância estratégica, a península de Faw, registrando uma vitória crucial no segundo dia da guerra liderada pelos Estados Unidos contra o regime de Saddam Hussein. O avanço dos britânicos por terra precipitou a rendição de dezenas de soldados iraquianos, agora transformados em prisioneiros de guerra. Bagdá, segundo cálculo dos militares, está a quatro dias de distância, “se continuar havendo pouca resistência ao avanço”, calcula um oficial britânico.

A península de Faw, que liga a cidade de Basra à costa do Golfo Pérsico, no sul do Iraque, abriga a maior parte da indústria petrolífera do país, sendo a principal rota de escoamento para as exportações do produto.

Também no sul do Iraque, cerca de 30 soldados iraquianos, alguns agitando bandeiras brancas e outros com as mãos na cabeça, atravessaram a cidade portuária de Umm Qasr e se entregaram a fuzileiros navais norte-americanos já em território do Kuwait.

Enfileirados, os soldados seguiram a pé por uma estrada, sob a mira de fuzis.

Um correspondente da agência Reuters contou ter visto uma bandeira dos Estados Unidos tremulando no novo porto de Umm Qasr.

O ministro da Informação do Iraque, Muhamed Said Sahaf, foi à televisão estatal para, em entrevista coletiva, negar a queda da cidade.

Entretanto, segundo o correspondente da Reuters, Adrian Croft, apenas o porto antigo de Umm Qasr permanecia em poder dos iraquianos.

Concluída pouco antes do amanhecer, a operação na península de Faw deu às forças aliadas o controle sobre os principais terminais de oleodutos do Iraque. A informação foi divulgada pelo comandante do batalhão de fuzileiros navais britânicos envolvido na ofensiva, coronel Steve Cox.

“Nossos alvos foram capturados com sucesso”, disse Cox.

O militar também alegou que “vários” soldados iraquianos foram mortos nos ataques aéreos que precederam a invasão por terra, bem como nos combates subseqüentes.