Ex-presidente da Argentina afirma que Alca é inevitável

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 19 de novembro de 2003 as 10:13, por: cdb

A Alca é “inevitável”. A declaração foi feita nesta terça-feira à noite pelo presidente da Comissão de Representantes do Mercosul, Eduardo Duhalde, após reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo Duhalde, o processo de integração continental é inevitável. A questão é como e quando. O ex-presidente argentino aproveitou o tema para criticar o protecionismo dos países da América do Norte, afirmando que a prática causa enormes prejuízos ao Mercosul. Ele ressaltou que é preciso proteger a produção agropecuária do mercado comum e a união de seus integrantes é a melhor forma de fazer isto.

Durante o encontro com Lula, foi discutida a decisão comum, do Brasil e da Argentina, de acelerar a integração do Mercosul, cabendo a Duhalde as negociações com os presidentes do Uruguai e do Paraguai. Outro tema abordado foi a situação política da Bolívia, ponto em que ambos concordaram sobre a necessidade de auxiliar a consolidação da democracia do país andino.

O presidente brasileiro convidou o ex-presidente argentino para acompanhá-lo em sua viagem aos países árabes, que deve acontecer durante a primeira semana de dezembro. Duhalde aceitou o convite.