Ex-ocupantes de prédio de Eike Batista são retirados da Cinelândia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de abril de 2015 as 12:47, por: cdb
Os sem-teto estavam ocupando a praça desde que foram retirados do prédio, há dez dias
Os sem-teto estavam ocupando a praça desde que foram retirados do prédio, há dez dias

 

Os ex-ocupantes da antiga sede do Flamengo, na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, foram retirados na madrugada desta sexta-feira da praça da Cinelândia, no Centro, por agentes da prefeitura. Os sem-teto estavam ocupando a praça desde que foram retirados do prédio, há dez dias.

De acordo com um dos ocupantes, Bruno Leonardo, de 28 anos, guardas municipais e garis da Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) chegaram à Cinelândia exigindo a saída das pessoas do local.

– Eles vieram falando para a gente sair, que iam recolher nossos colchões e jogar água na gente com aquele caminhão-pipa usado para lavar calçada, se continuássemos ali. Eles disseram que estavam cumprindo ordens e que a gente não poderia ficar mais ali. Se a gente insistisse, eles iam usar a força para tirar a gente – disse o desempregado, pai de três filhos.

Ainda segundo ele, sem possibilidade de continuar na Cinelândia, os sem-teto seguiram para a zona portuária e ocuparam um prédio abandonado na Avenida Venezuela. Eles permaneceram ali por cerca de duas horas, até que a Polícia Militar os convenceu a sair novamente. De acordo com a PM, os cerca de 150 sem-teto saíram de forma pacífica.

De lá, então, um grupo de cerca de 80 pessoas se dirigiu à Praça da Cruz Vermelha no Centro da cidade. A equipe de reportagem da  Agência Brasil entrou em contato com a Guarda Municipal, a Comlurb e a Secretaria Municipal de Ordem Pública, mas, até o final da manhã desta sexta-feira, não obteve resposta.